sábado, 25 de abril de 2015

Para ler duas vezes

Ele caminhava sorrateiro pela rua. Guardava as sombras e se camuflava perfeitamente com seu tom negro como a noite. Procurava não fazer barulhos ao pisar no chão molhado pela chuva. Discrição era imprescindível. Hoje trazia um presente, diferente da noite passada que veio sem nada e mal conseguiu a atenção de sua amada. Ela era interesseira! Interessantemente perfeita.
Ele dançava pela noite com seu caminhar, era mestre nisso. Hoje precisaria usar toda sua sabedoria e charme, seria uma surpresa e ele esperava finalmente se dar bem. Sorriu ao pensar em todo seu escuro se misturando com a claridade dela. Virou a primeira esquina, andando sedutoramente, com seus músculos se contraindo a cada passo e logo adiante, pode vê-la.
Ela era linda, sexy e enigmática. Estava parada olhando a lua – tão clara como ela - e fez um imperceptível movimento quando notou que ele estava chegando. O cheiro dela fez seu coração bater mais forte. Ele poderia sentir aquele perfume a quilômetros de distância. Sua beleza o fazia sentir vontade de ronronar.
Perdeu o sentido com tamanha paixão e acabou pisando em uma poça mais funda, deixando o presente cair ao chão, o barulho a fez olhar para ele. Sem jeito e se amaldiçoando pelo erro, deu um passo para trás e colocou o presente na boca, pulando a grande poça em seguida. Aproximou-se lentamente de sua amada que agora parecia se divertir com tal cena.
Ele sentiu medo de espantá-la, amaldiçoou novamente sua distração infantil, mas ela não se moveu e esperou. Ele pousou o presente aos seus pés e ficou olhando para ela. Graciosa, olhou para ele com seus olhos azuis e depois para o presente. Sentiu o aroma do que ele trazia e sem pensar muito disse em voz baixa:
- Miau!

Ele a havia ganhado! O peixe que roubara fora a escolha perfeita. Hoje a felina mais perfeita daquele beco seria dele e os dois partiram juntos pela noite. Os rabos entrelaçados e o ronronar sincronizado mostravam que as noites nunca mais seriam as mesmas para aquele casal de gatos, antes solitários.

***

Você sabia que pode baixar esse conto caso queira imprimir ou enviar para um amigo?

Clique aqui e faça o download desse conto e de outros, totalmente grátis.


15 comentários:

  1. Podemos ler duas, três. muitas vezes e ao final te diremos: É lindo! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila, muito legal, adorei...♥ Beijos

    ResponderExcluir
  3. Que lindo Cah... Não sabia que tinha esse blog! Adorei

    ResponderExcluir
  4. Olá Camila, td bem?
    Flor, estou voltando com meu blog depois de tempos ele parado. Aguardo sua visita lá.
    Bj

    ResponderExcluir
  5. Camila, adorei o Conto e ainda mais saber que podemos baixar..
    Um lindo dia!

    Bjokas no coração,
    http://www.dmulheres.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Camila prazer enorme estar aqui depois de um breve afastamento
    espero de agora em diante poder marcar presença .
    A vida tem alguns espinhos mas com Deus vamos tirando de letra cada pedra do caminho.
    Um belíssimo conto mina princesa amiga.
    Beijos feliz Domingo.

    ResponderExcluir
  7. Oi Camilinha,

    Adorei o conto.
    Você é muito criativa.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  8. Show, show, show!!!! Apaixonei, parabéns!!!!
    Muito cute! Fui lendo e imaginando a cena... que lindo!
    Parabéns!

    Abraços esmagadores e ótimo dia.

    ResponderExcluir
  9. Oi Camila,
    Gostei! Vou lá baixar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Contos e mais contos ótimos como sempre!
    Voltei a pegar meu caderninho e escrever tb.


    Beijos :*

    Blog: www.vanessamonique.blogspot.com.br
    Face: www.facebook.com/blogdavanessamonique
    Insta: @vanimonique

    ResponderExcluir